Sozinha mundo afora

Para mulheres que viajam sozinhas

trilha Inca – terceiro dia

O terceiro dia da trilha é o dia mais bonito, com mais sítios arqueológicos e paisagens deslumbrantes, mas também é o dia que se anda mais: coisa de 16 km. Acordei e o dia estava perfeito! Céu azul e sol incrível. Depois do café da manhã lá fomos nós caminhando, coração até mais leve, primeiro por saber que o pior já havia passado, segundo por estar sol, a noite havia sido bem fria e nem dormir com três calças três blusas, duas meias, toca e luvas me esquentou. Mas como cada dia é um novo dia, La estava eu, disposta e feliz de volta à trilha.
O caminho era agradável e tranquilo, bem como o Juan havia dito que seria, e não tardou a chegarmos no primeiro sitio arqueológico, lindo! O Juan nos deu uma aula de historia sobre as civilizações pré inca e inca e qual a importância daquele lugar. dsc_0300-533x800 dsc_0269-800x533

Lá existiu um templo em homenagem à divindade da água, depois das explicações ele nos fez fazer algo que mudou todo o curso do dia: Ele fez um mini ritual, com nossa participação, para agradecer à Divindade por nos proporcionar um belo dia e nos fazer chegar bem até ali. Desconfio que os Deuses não gostaram, por daqui vinte minutos, o tempo fechou e choveu muito, com direito a granizo e tudo mais. Tivemos até que nos abrigar e com isso, perdemos a contemplação do próximo lugar, ainda visitamos as terraças da terceira parada e chegamos ao acampamento encharcados.dsc_0396-800x533dsc_0398-800x533dsc_0401-800x533Estava num mal humor danado, especialmente porque meus bastões de caminhada haviam desaparecido quando eu distraí tirando fotografias. Felizmente um carregador os havia pego, por imaginar que eu os tinha esquecido, menos mal, bem verdade.
Essa noite foi também a noite das despedidas dos carregadores e equipe de apoio, por na manha seguinte já chegaríamos a Machu Picchu e eles não deixariam para pegar de trem de volta ao ponto de partida.
E… como surpresa do cozinheiro… Um bolo confeitado! Se a pizza havia sido um mistério, o bolo foi encarado como mágica e ainda estava fofinho e delicioso!
Depois do jantar e das despedidas, as instruções para o dia seguinte, acordar as três da manhã, arrumar as coisas o mais rápido possível, tomar café e seguir para o portal do sol, ultima parada antes da tão esperada cidade de Machu Picchu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 10 de setembro de 2014 por em Machu Picchu e marcado , .
%d blogueiros gostam disto: