Sozinha mundo afora

Para mulheres que viajam sozinhas

Santiago – Barrio Italia

Essa é a terceira vez que eu venho ao Chile:
A primeira vez conheci Santiago e fiz aqueles passeios obrigatórios. Aliás, escolhi Santiago porque queria esquiar.
A segunda vez foi de passagem, estava mesmo indo pra ilha de pascoa, mas como ela faz parte do chile, foi a mesma coisa.
A terceira vez é agora, porque queria conhecer o deserto do atacama. Mas antes de chegar a San Pedro de Atacama, fiquei um dia em Santiago, para não ter possibilidade de perder voo, ou algo do gênero e porque eu acalentava a ideia de comprar uma calça de neve, para nunca mais passar frio na cordilheira.
Tinha um dia apenas para passar em Santiago então, resolvi pela manha ir no outlet para comprar (assunto para outro post porque falar de compras é chato demais),a tarde resolvi conhecer o bairro italia, que já havia ouvido falar.
O bairro italia faz parte do complexo de Providencia, um lugar muito legal de Santiago que tem de tudo, até zoológico.
Ele é famoso por seus cafés e restaurantes fofos, as lojas de design lindinhas e os antiquários fofos e descolados. O bairro é todo descolado, bem arrumadinho e nos convida a andar, sem pressa alguma, por suas alamedas. Destaque para a cliclovia que o nosso prefeito deveria conhecer, para saber como se faz uma de qualidade.
O único senão foi minha barreira da língua, que me faz ficar tmida para puxar conversa com as pessoas e quando eu o faço, é aquela chatice, de repetir mil vezes e fazer mil gestos para ser entendida e entender, por isso não tenho lá grandes historias das pessoas e isso me entristece um pouco.
Escolhi um café/restaurante/loja de design para almoçar e escolhi um sanduiche ao acaso, já desistindo de tentar entender o que estava escrito. Um dos ingredientes do sanduiche era berro e eu resolvi perguntar do que se tratava e claro que eu não entendi do que se travava, imaginei que fosse algum broto ou semente, mas quando o lanche chegou, o misterioso berro era agrião! Nos ingredientes tb tinha abacate, maionese, especiarias e presunto, uma mistureba estranhamente deliciosa. Pedi também uma limonada que (pasme) não é feira de limão, limonada aqui é uma combinação de frutas.
Tudo estava delicioso, comi sem pressa, desfrutando do lugar e do fresquinho, um refresco bem vindo pro calor dos infernos que fazia.
Depois do almoço fui caminhar pelas ruelas, olhar mais ateliers, tentar me comunicar e finalmente pegar o taxi de volta ao hostel.
Barrio italia, em Santiago. Recomendo total.

     dsc08111-800x600 dsc08116-800x600 dsc08121-600x800 dsc08122-800x600 dsc08123-800x600 san-0118-800x533

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 3 de janeiro de 2015 por em Santiago - Chile e marcado , , , , , .
%d blogueiros gostam disto: